16 de novembro de 2010

Não tenhas medo


A vida é tão simples. Tão igual para todos, todos temos a vida nas mãos  sedo esse o maior peso e responsabilidade que os deram logo no primeiro sopro. Agora depende de nós , cuidar de cada pedaço que nos foi concebido.  Dar sabor à vida, cor e sentido. Não basta carrega-la as costas e suportar uma tonelada de mal entendidos.
O corpo é tão frágil. O coração é tão sensível. Assume que erraste, chora e sofre. Aprende a perdoar na altura certa, acredita, a altura certa existe. Quando a dor que sentes é tão grande e insuportável que a queres arrancar de ti a todo o custo. O momento certo é quando precisas de te sentir bem. Se perdoaste e não o devias ter feito, deixa, a vida encarregar-se-á de to mostrar. Tudo acontece por uma razão.  A razão pela qual ainda te manténs vivo.  Não és mais fraco porque cedeste, porque acreditaste. Se não acreditares a vida deixa de fazer sentido. Se depois de sofreres, voltaste a sofrer, não te arrependas , continua. Isso tornar-te-á uma pessoa melhor , mais forte.  Sentes que não merecias, talvez tenhas razão, mas mesmo assim perdoaram-te. Dá valor aos que te seguram a mão e te mostram o caminho certo. Se optares pelo errado, mais tarde saberás. A decisão é tua. Os outros falam, os outros pensam, mas és tu que sentes. Quando és tu que choras, quando tu lutas contra tudo e contra todos, quando tu tentas arranjar soluções, elas acabam por aparecer por mais difíceis que sejam. Muitas das vezes , és tu mesmo que não queres tomar aquele decisão , por mais evidente que seja. O que importa é que tudo tem uma justificação.
Escuta a vida ! , ela fala contigo a todos os momentos , todos os dias , estas sempre a aprender e não tenhas medo disso. Erra as vezes que forem necessárias, grita, cai quando tens de cair, não tenhas medo.
Veste a tua roupa favorita , o penteado que tu mais gostas, o teu melhor perfume e segue em frente, mesmo que tropeces e te magoes , se não arriscares nunca vais saber , porque amanhã nada te garante que o teu sopro  não acabará e que deixaras tudo para traz. Diz aos teus melhores amigos que os adoras, diz aquele que te completa o quanto o amas, agradece aos teus pais, não deixes nada para dizer.
Lembra-te : “ o primeiro impulso é sempre mais certo, mais verdadeiro”
Salta, grita , sorri, abraça , beija , VIVE, porque hoje ainda estas vivo. 




"Escrever é fácil, e eu tenho medo"